14/05/2006 a 20/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005
 10/04/2005 a 16/04/2005
 03/04/2005 a 09/04/2005
 27/03/2005 a 02/04/2005
 20/03/2005 a 26/03/2005
 13/03/2005 a 19/03/2005
 20/02/2005 a 26/02/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005


 Dê uma nota para meu blog


 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis





lowcura


CANÇÃO PARA UM AMOR NAUSEABUNDO

 

Inspira um segundo o ar da manhã

Sente o olfato dos carros passando

Daqui de cima não dá pra te ver direito

Você é tão minha que é quase a ponte inteira

Um abismo de leões e dragões rugindo

Um caminhão de suicidas pedindo auxílio

Um beijo que o chão me deu aos sete anos

Depois algum flanelinha flanando o amarelo

Dizendo pr`eu botar meu carro aqui

Bato parado carreiras de insanidade

Me dizem para pular em mim mas é um lugar tão deserto

O escuro da noite sobe pelas escadas

As sirenes do bombeiro

O escudo da tropa de choque

O choque que já levei um dia

Tudo isso lhe circunda e você foge de mim como de uma locomotiva

Eu venho vindo em direção contrária

Ainda encontro tempo para sentir o seu perfume

Dedico um segundo a guardar o seu cheiro

Depois vomito tudo antes que você me beije

Tão decentemente que me enjoe



Escrito por Rodrigo de Souza Leão às 23h43
[ ] [ envie esta mensagem ]



ESCRAVIDÃO OU ESCROTIDÃO

 

 

Porrada no peito do pé de Pedro

O peito do pé de Pedro era preto

Porrada no peito do Pedro preto

 

Porrada no Pedro

Porrada no preto

 

Uma porrada de Pedro dando porrada no preto

Preto dando porrada em preto

 

E agora Pedro?



Escrito por Rodrigo de Souza Leão às 21h23
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]