14/05/2006 a 20/05/2006
 23/04/2006 a 29/04/2006
 16/04/2006 a 22/04/2006
 09/04/2006 a 15/04/2006
 02/04/2006 a 08/04/2006
 19/03/2006 a 25/03/2006
 12/03/2006 a 18/03/2006
 05/03/2006 a 11/03/2006
 26/02/2006 a 04/03/2006
 19/02/2006 a 25/02/2006
 12/02/2006 a 18/02/2006
 05/02/2006 a 11/02/2006
 29/01/2006 a 04/02/2006
 22/01/2006 a 28/01/2006
 15/01/2006 a 21/01/2006
 08/01/2006 a 14/01/2006
 01/01/2006 a 07/01/2006
 25/12/2005 a 31/12/2005
 18/12/2005 a 24/12/2005
 11/12/2005 a 17/12/2005
 04/12/2005 a 10/12/2005
 27/11/2005 a 03/12/2005
 20/11/2005 a 26/11/2005
 13/11/2005 a 19/11/2005
 06/11/2005 a 12/11/2005
 30/10/2005 a 05/11/2005
 23/10/2005 a 29/10/2005
 16/10/2005 a 22/10/2005
 09/10/2005 a 15/10/2005
 02/10/2005 a 08/10/2005
 25/09/2005 a 01/10/2005
 18/09/2005 a 24/09/2005
 11/09/2005 a 17/09/2005
 04/09/2005 a 10/09/2005
 28/08/2005 a 03/09/2005
 21/08/2005 a 27/08/2005
 14/08/2005 a 20/08/2005
 07/08/2005 a 13/08/2005
 31/07/2005 a 06/08/2005
 24/07/2005 a 30/07/2005
 17/07/2005 a 23/07/2005
 10/07/2005 a 16/07/2005
 03/07/2005 a 09/07/2005
 26/06/2005 a 02/07/2005
 19/06/2005 a 25/06/2005
 12/06/2005 a 18/06/2005
 05/06/2005 a 11/06/2005
 29/05/2005 a 04/06/2005
 22/05/2005 a 28/05/2005
 15/05/2005 a 21/05/2005
 08/05/2005 a 14/05/2005
 01/05/2005 a 07/05/2005
 24/04/2005 a 30/04/2005
 17/04/2005 a 23/04/2005
 10/04/2005 a 16/04/2005
 03/04/2005 a 09/04/2005
 27/03/2005 a 02/04/2005
 20/03/2005 a 26/03/2005
 13/03/2005 a 19/03/2005
 20/02/2005 a 26/02/2005
 13/02/2005 a 19/02/2005


 Dê uma nota para meu blog


 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis





lowcura


EXPLOSÃO

 

 

Há uma porção de fritas sobre a mesa

E há colesterol

Há um cigarro a fumar

E há a pressão alta

Tem umas pílulas azuis

Tudo pra estabilizar

Há uma voltagem a tomar

E um fio desencapado no chão

Há a coleira no cão

E uma volta no quarteirão

Só não há amor

Isto eu não sei o que é

Por isso vivo só e contente

Feliz com uma gengivite

Triste com uma dor

Que não dói na carne

Muita para uma alma

Pouca para um corpo

 



Escrito por Rodrigo de Souza Leão às 13h59
[ ] [ envie esta mensagem ]



POEMA PARA MEU IRMÃO BRUNO DEPOIS DO ELETROCHOQUE

 

 

deixar ir

cacto adentro

espinho

nó embutido

pela pele

algum aroma

de sangue

relatos de magnésio

restos mortais

de um ex-poeta

embrulho

enguia

Bruno

café com leite

 

depois de tudo

o amanhecer

 



Escrito por Rodrigo de Souza Leão às 13h41
[ ] [ envie esta mensagem ]



EXISTE UM PALAVRÃO DENTRO DE UMA PALAVRINHA

CU



Escrito por Rodrigo de Souza Leão às 23h01
[ ] [ envie esta mensagem ]



[ ver mensagens anteriores ]